Esse final de semana foi completamente sensacional. No sábado, dia primeiro de agosto, eu fui ao show da banda The Maine, no Carioca Club, em São Paulo. Comprei o ingresso no começo do ano com umas amigas que conheci ano passado no show deles.  Como conseguimos meet, resolvemos pensar em como tirar uma foto diferente, foi ai que uma amiga deu a ideia de todas comprarem uma coroa tanto para nós, como para os integrantes da banda. Compramos as coroas na 25 de março mesmo, na semana do show – porque como sempre, deixamos tudo para última hora.

Eu atrasada, porém, fazendo snap.
Eu atrasada, porém, mandando snap.

Chegamos no show às onze horas (eu na verdade, porque me atrasei pra sair de casa). Levamos o jogo UNO para passar o tempo na fila, e revezamos para ir no shopping Eldorado (que fica do lado) pra poder se ‘arrumar’ e almoçar.

Carioca Club - Rua Cardeal Arcoverde, 2899 - Pinheiros - São Paulo.
Carioca Club – Rua Cardeal Arcoverde, 2899 – Pinheiros – São Paulo.

O dia, por incrível que pareça passou muito rápido, e quando vimos já era 16h e nada do meet começar, já estávamos todas produzidas com as coroas, pois hoje íamos ser as princesas HAHAHAHAA iludidas. 

Princesas lindas antes do meet.
Princesas lindas antes do meet.

Quando deu umas 17h liberou a fila e fomos entrar. Infelizmente, ocorreu um probleminha com o ingresso de uma das minhas amigas, e eu fiz a minha boa ação da vida e acabei trocando de ingresso com ela. Mas acabou que o meet não foi como planejamos (oi Murphy), uma porque não entramos as seis; outra que não deixaram as meninas entregarem os presentes e pra finalizar, só uma conseguiu ficar com a coroa e entregar a coroa para o Pat, o resto ficou sem :/ 

Mas, vamos falar de coisa boa, na hora do show, ficamos todas na grade 🙂 O The Technicolors, abriu o show as 18h20 (+/-) e já começou tocando o Hino Nacional na guitarra super bonitinho. Sério, foi muito fofo esse começo. Ele era totalmente desconhecido pra mim, mas o ritmo dele me lembrou muito Arctic Monkeys, e rolou até um cover de Don’t Look Back In Anger, do Oasis.

The Technicolors
The Technicolors

The Maine já entrou cantando a música Miles Away do novo cd deles – American Candy, em seguida foi com Run e uma nova versão de Growing Up – onde o John pediu para todo mundo guardar os celulares e curtir o show 🙂 Depois de toda agitação, eles já emendaram as músicas  Inside Of You e Misery. Pausa para a super coreografia do John em My Hair. Na sequencia as músicas My HeroineSame SuitLike We Did e
English Girls só mostraram como eles dominam o palco e contagiam todos com o carisma da banda inteira. A parte mais emotiva do show, é quando o John pega o violão e tocou as músicas Jenny (que ele até falou que o Jared era como a mãe dele) e Into Your Arms. Na sequência eles cantaram Identity. Ai, o Jo
hn resolveu fazer um cover dos Rolling Stones, mas não contente em apenas cantar Satisfaction no palco, ele resolveu escalar, isso mesmo, ESCALAR até o camarote. E cantou enrolado no fio do microfone até o início de Love & Drugs e na sequência cantou American Candy – que leva o nome da turnê e do novo cd. Atendendo a pedido dos fãs, que gritavam desesperadamente, eles cantaram um pedaço de (un)Lost que não estava na setlist. Na música Punk Song o Pat saiu da bateria e foi tocar baixo, finalizaram o show com Right Girl.

The Maine

Assim, o show foi incrível, e essa definitivamente foi a opinião de todo mundo que estava lá. Durou aproximadamente uma hora e meia, que poderia se extender para mais duas horas e meia que ninguém reclamaria. Dá uma olhada nas fotos agora, pra vocês entederem do que eu estou falando.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Depois disso fomos para um Hotel X e ficamos lá, esperando, esperando, esperando e nada, nesse meio tempo, além de ouvir as risadas de Murphy, fizemos amizade com os caras do Canal Musicalidade e descobrimos o hotel correto para tentar tirar foto com o John e com o Kennedy.

Sendo otárias no hotel errado.
Sendo princesas, porém otárias, no hotel errado.

As pessoas olhavam pra gente, como se tivéssemos algum tipo de problema, por estar na rua / metrô / ônibus com a coroa de princesa, mas na hora que o John me viu e falou “Hi Princess” eu queria rir da cara de todo mundo. Ok, fui falar com ele, ele todo simpático, me abraçou, uma menina bateu minha foto com a polaroid e eu sai, e olhei pra cara das minhas amigas que estavam longe e sem celular/camera da mão, logo.. nenhuma delas tinham tirado a minha foto. Ouvia a risada de Murphy num som tão alto que chegou a me irritar. Mas, tudo bem.. o que importava era que eu tinha abraçado o John e poderia ou não ter saído piscando na foto, com a minha sorte, provavelmente eu teria piscado, mas tudo bem, nada que um adesivo não resolvesse depois. Mas, minha amiga (que eu troquei o ingresso) se irritou e começou a gritar pra eu entrar na fila de novo, e eu bem trouxa fiquei com medo de todo mundo querer me bater, porque eu já tive a minha chance né? Mas ai, o pessoal viu que eu não tirei foto mesmo, e até o segurança me colocou lá na frente. Primeiro, eu pedi desculpas para o John e expliquei que ninguém tinha conseguido tirar uma foto minha, ele riu e falou que não tinha problema pois eu era engraçada (CHUPA MURPHY.. QUEM É QUE ESTÁ RINDO AGORA?).

CD American Candy: R$20,00 - Foto Polaroid: R$4,00 - Porta Retrato: R$5,00 - Sambar na cara do Murphy com essa foto destruidora: não tem preço.
CD American Candy: R$20,00 – Foto Polaroid: R$4,00 – Porta Retrato: R$5,00 – Sambar na cara do Murphy com essa foto destruidora: não tem preço.
Beleza Natural.
Beleza Natural.

E assim, o John é um pouco mais alto que eu, mas tipo, pouca coisa… quando me mandaram essa foto, eu comecei a rir desesperadamente:

Altura: pequena.
Altura: pequena.

Então, se eu posso deixar uma mensagem pra vocês é: se você gosta de uma banda ou qualquer artista, e você terá a chande de conhecer ele (em algum meet), tente usar alguma coisa que chame a atenção dele, não precisa (e nem deve) ser uma coroa de princesa (PORQUE NÓS SOMOS AS VERDADEIRAS, BEIJOS), mas alguma orelha de rato, de gatinho, ou até mesmo uma coroa, sei lá, alguma coisa que seja diferente e que faça com que eles se lembrem de você. Vale a pena 🙂

Princesas do John :)
Princesas do John 🙂

Outra dica importante: levem UNO pra jogar na fila, gente.. vocês não tem ideia de como fica mais divertido e como passa rápido o tempo, quando você está acumulando +4 pra jogar nas falsianes que estão lá com você HAHAHHA

Agora você me pergunta: “Mas Carol, valeu a pena pagar de princesa no show?” e eu só te mostro esse vídeo como resposta 😀

Growing up… won’t bring us down ♫

Anúncios