Com certeza você já viu alguma pessoa torcendo o nariz para os filmes nacionais ou falando “nossa, filme brasileiro é uma bosta!”. Resolvi criar essa lista de filmes para mudar um pouco o seus pré-conceitos. Ia começar a lista com cinco filmes, mas quando comecei a escrever, deu mais de 20, então preferi fazer um TOP10 e já era.  Não vou colocar os filmes antigos, como O Auto da Compadecida, Carandiru, Lisbela e o Prisioneiro, Tropa de Elite, etc.. Vou deixar só os “mais novos” porque a lista ia acabar ficando muito grande se eu fosse colocar todos.

1) Entre Abelhas: Gente, não é porque eu sou completamente apaixonada pelo Fábio Porchat, mas esse filme é completamente sensacional. Ele é totalmente diferente das comédias que você está acostumado a ver, até porque não é uma comédia, é um drama e um drama muito bem elaborado por sinal. Você ri no filme? Sim. E depois acaba ficando com peso na consciência por ter feito isso. Enfim, o filme retrata as coisas estranhas que começam a acontecer na vida do Bruno depois de sua separação. Ele simplesmente “deixa de enxergar as pessoas”. Começa a tropeçar na rua, esbarra em coisas, até perceber que todas as pessoas que ele conhecia (amigos ou famosos) estão desparacendo. Pode se dizer que esse filme seja como um alerta, sobre como as pessoas estão cada vez mais solitárias e presas em seus mundos que mal conseguem enxergar além disso. O filme é uma bela metáfora das fases da depressão pós a separação. Indico para todo mundo sim! Valeu muito a pena ter visto no cinema.

2) Hoje Eu Quero Voltar Sozinho: assim que você terminar de assistir esse filme, você entende porque ele foi aplaudido em pé. O filme é extremamente fofo e passa uma mensagem que ainda pode ser tabu em muitas famílias. O filme conta a história do Leonardo, um adolescente cego que, como qualquer adolescente, está procurando o seu lugar. Para decepção de sua inseparável melhor amiga, Giovana, ele planeja libertar-se de seu cotidiano fazendo um intercâmbio…. Porém a chegada de Gabriel, um novo aluno na escola, desperta sentimentos até então desconhecidos em Leo, fazendo-o redescobrir sua maneira de ver o mundo. O filme foge absolutamente de qualquer clichê e abrange tantos sentimentos bonitos, de forma tão natural, que a vontade que dá é que não acabe nunca!

3) Ponte Aérea: No filme inspirado pelo livro “Amores Líquidos” de Zygmunt Bauman, Amanda é uma jovem e bem-sucedida publicitária enquanto Bruno é um artista plástico talentoso, mas que se recusa a amadurecer. Os dois se conhecem durante um voo que devido a uma tempestade faz um pouso de emergência em Belo Horizonte. Apesar de serem bem diferentes, os dois sentem uma atração inexplicável um pelo outro e vivem um amor momentâneo. O filme mostra a dificuldade dos jovens em criar laços duradouros e sua resistência em enfrentar questões da vida adulta. Basicamente, o resumo dos relacionamentos modernos. O filme foge sim dos clichês de filme de romance e vale muito a pena assistir. É lindo e sem exageros.

4) Meu Passado Me Condena: Outro filme do Fábio Porchat, e agora sim uma comédia romântica. Ok, também sou completamente apaixonada pela Tati Bernardi (roteirista do filme) então não sei se juntou tudo isso, mas eu fiquei completamente encantada pelo filme. Nele como o Fabio e a Miá se conhecem, se apaixonam e resolvem se casar em menos de um mês. Durante a viagem de lua de mel, eles reencontram os seus “ex-namorados” que também estão juntos no mesmo navio. O primeiro já é bom, e temos agora o segundo, que está nos cinemas, e gente, consegue ser tão divertido quanto o primeiro. Muito amor e risada pra esse filme, e fora que a química entre o Fábio e a Miá é inegável. Sou apaixonada pelos dois.

5) 2 Coelhos: Ok, esse filme é de 2012, mas não sei se todo mundo já assistiu, se vocês não assistiram, coloque ele na lista de prioridades. É um filme de ação e policial, onde Edgar encontra-se na mesma situação que a maioria dos brasileiros: espremido entre a criminalidade, que age impunemente, e a maioria do poder público, que só age com o auxílio da corrupção. Mas ele está cansado de ser vítima desta situação e resolve fazer justiça com as próprias mãos. Ele então, elabora um plano que colocará os criminosos em rota de colisão com políticos gananciosos. O roteiro é completamente original e totalmente fora do normal. Não tem como você falar que é previsível o filme. O filme foge um do clichê mocinho x vilão. Afinal, no filme todos são “vilões” e querem sim se dar bem, vence quem tiver o melhor jogo de inteligência 😀 O filme é simplesmente excelente.

6) Homem do Futuro: Muito amor por esse filme e pela versão de “Tempo Perdido” que se encaixa perfeitamente com a temática dele, afinal, no filme, o Zero é um cientista genial, mas arrogante e infeliz, que há 20 anos foi humilhado publicamente na faculdade e perdeu o grande amor de sua vida, Helena. Prestes a ser demitido, Zero aciona, antes de totalmente concluído, o acelerador de partículas mais barato do mundo. O experimento dá errado, o cientista acidentalmente volta ao passado – e se vê diante da chance de alterá-lo. Uma comédia, mas não boba, e sim inteligente e encantadora. Muito boa. Para quem ainda tem medo de assistir esse filme: “Eu preciso que você fique absolutamente calmo e confie em mim” 🙂

7) Confissões de Adolescente: Dirigido por Daniel Filho, o filme acompanha as quatro irmãs Tina, Bianca, Alice e Karina. Elas enfrentam os constantes problemas de adolescentes: beijos, relações sexuais, rompimentos, empregos.
O filme acerta ao retratar bem as características atuais, confusas e intensas da adolescência. Uma trama sobre assuntos da vida cotidiana dos jovens de uma forma bem descomplicada. Não digo que seja uma mega produção, um filme fantástico e etc, mas um filme simples, e divertido que vale apena ser assistido.

 

8) As Melhores Coisas do Mundo: confesso que queria ver esse filme, primeiro por causa do Fiuk, mas a história acabou sendo melhor do que eu imaginava. No filme, Hermano tem 15 anos, adora tocar guitarra, beijar na boca, rir com os amigos, andar de bike, curtir na balada. Um acontecimento na família faz com que ele perceba que virar adulto nem sempre é tarefa fácil: a popularidade na escola, a primeira transa, o relacionamento em casa, as inseguranças, os preconceitos e a descoberta do amor. Em meio a tantos desafios, Mano descobre e inventa As Melhores Coisas do Mundo. Tem todos os clichês adolescentes no filme e Beatles na trilha sonora. Vale a pena dar uma chance para ele.

9) Qualquer Gato Vira Lata: Na história, a jovem estudante de direito Tati é abandonada pelo namorado Marcelo no dia do aniversário dele, ela então, está disposta a fazer de tudo para recuperar o namorado e se oferece como cobaia para as pesquisas do professor Conrado, ele tem uma tese um tanto quanto polêmica sobre a harmonia entre as conquistas amorosas das pessoas e as leis da biologia; baseando-se nas atitudes dos animais, onde as fêmeas são recatadas e os machos são os audaciosos. Porém, a própria vida amorosa do professor nega a sua tese, já que sua ex-namorada Angela mandava na relação. A experiência entre o pesquisador e a cobaia se revela ainda mais desafiadora a partir do momento que o romance começa a surgir entre os dois. O filme tem muito clichê sim, e um final previsível, mas ele vale muito a pena sim!

10) Minha Mãe é uma peça: O filme é uma adaptação da peça de mesmo nome, no filme, você acompanha as hilárias peripécias de Dona Hermínia, uma mulher de meia idade, aposentada, que após ser trocada pelo marido por uma mulher mais nova e não ter mais que cuidar dos filhos já crescidos, tem como preocupação maior procurar o que fazer. Sem um trabalho ou um companheiro, a nada simpática Dona Hermínia passa seu tempo desabafando com a tia idosa, fugindo da vizinha fofoqueira, ou “enchendo o saco” dos filhos ao tentar continuar a “cuidar” da vida deles. Resumindo, você ri do começo ao filme do filme, vale muito a pena assistir sim.

Enfim, não esperava que ficasse tão grande, mas me conta agora você, qual filme você já assistiu daqui é o seu preferido? Quais você acha que deveriam estar aqui? Me contem ❤ 

Anúncios