Ainda bem que a minha memória é boa, porque já está quase fazendo aniversário a minha viagem para a disney e eu não tive coragem de terminar de postar as coisas. Mas vamos lá. Foco! Meu segundo parque da disney foi o EPCOT. Um parque um tanto quanto polêmico. Todas as minhas amigas que foram odiaram o parque e falaram que eu podia até mesmo não fazer o mesmo. Mesmo só ouvindo mal, eu queria conhecer para ou me surpreender ou poder falar mal com propriedade. Mas né.. o parque se tornou um dos meus queridinhos. E eu gostei tanto que vou contar tudo o que eu fiz para vocês!

Chegamos cedo, como em qualquer parque da disney e estava ‘cheio’. Tiramos as fotos clássicas em frente a Spaceship Earth e seguimos para os nossos fast pass.
O que nós fizemos que funcionou e eu aconselho a todos é: o parque tem poucos brinquedos, então, a gente fez todos eles na parte da manhã e deixamos para conhecer os ‘países’ depois do almoço e deu muito certo! Nesse parque é muuuito fácil tirar foto com os personagens, se você se organizar direitinho consegue pegar até uns raros e com pouca fila.

O primeiro brinquedo que nós fomos foi o Mission Space. Nesse brinquedo eles fazem uma simulação de um vôo espacial. E tem duas formas: a Green Team que é a forma mais ‘leve’ e a Orange Team que você realmente experimenta a sensação de gravidade zero. Claramente, eu sou #GreenTeam. Foi de boa o brinquedo – claro. Mas quando você entra na cabine (não sei o nome) e vê o saquinho para usar caso você passe mal, já faz com que você sinta enjoo. Mas correu tudo bem, sobrevivemos. E os fortões que foram o Orange Team gostaram, porém ninguém quis ir de novo.

Na sequência fomos no Spaceship Earth, sim eu não imaginava que aquela ‘bola’ além de ponto principal da parque também era um brinquedo. E é maravilhoso. Você consegue ver um pouco da história do homem em sua evolução da tecnologia através do carrinho com áudio (em português) e ainda consegue ver um vídeo de como será o seu ‘futuro’. É muuuito legal o brinquedo.

E para finalizar o parque nós fomos para o Soarin’. Meu brinquedo preferido do epcot quiçá da disney. Esse brinquedo simplesmente simula um voo de asa delta e é tão perfeito que você realmente acha que está passando pelos lugares (na minha opinião, se jogassem água na hora da baleia EU IA CHORAR DE TANTA EMOÇÃO – fica a dica). Não sei porque eu não tirei nenhuma foto desse brinquedo, tava tão emocionada acho. Mas achei um vídeo no youtube e quero que vocês assistam! *-* PS. Adiantem o vídeo para 5:30

Perto do Electric Umbrella tem um espaço onde você pode tirar foto com Mickey, Minnie e o Pateta. Usamos o fast pass e tiramos todas as fotos clássicas de uma vez.

Encontramos uma loja maravilhosa – pra mim. O Club Cool. Nessa loja, além de diveersos itens da marca Coca-Cola, você consegue experimentar o refrigerante de alguns países e o melhor de tudo: DE GRAÇA! Isso mesmo, você pode encher o copinho quantas vezes você quiser com todos os refrigerantes. Porém, fiquem longe do refrigerante da Italia. Sério. O meu preferido foi o da Grécia ❤

E ai começou o World Showcase… Esse parque é dividido em alguns pavilhões representando 11 países. Eu comprei o PASSAPORTE e ele foi o suficiente para fazer eu amar o Epcot. Funciona como um passaporte normal, vem um boton e o espaço para você carimbar o visto de todos países nas lojas de cada pavilhão – E DE GRAÇA. Pode ser uma coisa super simples, mas foi o que me motivou a andar por cada pedacinho do parque feito uma louca com o meu grupo e os passaportes na mão.

MÉXICO

Nosso primeiro país foi o México. Existe uma feirinha dentro do Gran Fiesta Tour Starring The Three Caballeros – lá dentro tem uma feirinha e você sente realmente que está no México e olha que eu nunca estive lá. (UÈ?) E saindo do pavilhão encontramos o Donald Mexicano. (Dizem que você pode encontrar o Zé Carioca e o Panchito também- mas não foi dessa vez).

NORUEGA

Na sequencia fomos para a Noruega (onde eu e minhas amigas tínhamos a reserva em um restaurante Akershus Royal Banquet Hall), nesse restaurante tivemos um almoço com as princesas. A comida foi agradável, você tem um buffet servindo saladas a vontade e depois você escolhe seu prato, bebida e a sobremesa. O ambiente é lindo e a princesa principal que nos recebia era simplesmente a Bela. Eu não estava esperando por isso, jurava que era a Ariel que estaria lá, mas quando eu vi o vestido amarelo quase tive um mini infarto, passei um batom (pra tentar dar aquela valorizada) e tirei uma polaroid com a minha princesa favorita. O almoço ficou um total de $63. Bem salgado o preço (por eu não ter gostado tanto da comida) mas lá, a gente paga a experiência e isso vale muito a pena!

Na Noruega também, conseguimos entrar na ‘casa’ do Frozen. Tiramos foto com a Anna e a Elsa com fila de 10 minutos. Foi bem rápido.

CHINA

O pavilhão da China é MARAVILHOSO! Lindo, sério! Tem várias lojinhas maravilhosas que você pode ficar olhando tudo bem bonitinho e lá no final, você encontra uma estátua do BUDA EM PÉ! Isso mesmo que você leu, o buda está EM PÉ.Você também consegue ver uma maquete da Disney de Shanghai. Minha maior tristeza foi não ter encontrado a Mulan para tirar foto. Porque ela tinha acabado de sair :/ 

ALEMANHA

O clima da Alemanha é incrível. Tem uma cidadezinha em miniatura e você consegue até mesmo encontrar o poço da Branca de Neve. Dizem também que o Dunga aparece por lá – infelizmente eu não o encontrei. E o que dizem é que você PRECISA tomar uma cerveja alemã enquanto passa por pavilhão – eu não sou muito fã de cerveja e tinha acabado de almoçar. Mas, meus amigos que compraram ganharam um copo incrível e elogiaram muito a cerveja.

ITÁLIA

Ah.. a Itália.. o tempo estava começando a fechar e a gente a se desesperar. O medo de não conseguir ver todo o parque já que estávamos quase na metade começou a bater. Vimos um trecho do teatrinho de rua enquanto procurávamos o moço para dar o nosso carimbo no passaporte. Tem lojinhas de queijos e vinhos e até de máscaras carnavalescas venezianas.

ESTADOS UNIDOS

Assim, é bonito. Mas perto de todos os outros acaba sendo bem fraquinho. Nas lojas você encontra diversas roupinhas com as cores do país. Dizem que no fim de ano tem um coral, vou ter que voltar para verificar. E o show estava programado para iniciar depois de uma meia hora – como estávamos correndo contra o tempo, deixamos passar batido o show.

JAPÃO

Logo na entrada você já vê um templo gigante e muito, mas muito bonito. Quando chegamos lá estava acontecendo um Show de Tambores. Bonito, mas nada que nos levou mais de cinco minutos. Vimos uma lojinha bem maravilhosa onde vende todas aquelas coisas que costumamos ver na Liberdade e até mesmo um museu onde mostrava vários ícones do país como o AstroBoy, a Hello Kit, o Pokémon. Lá o tempo já estava fechando e o desespero batendo cada vez mais.

MARROCOS

Seguimos para o Marrocos e fomos atrás da famosa foto com o Aladdin e a Jasmine, mas para nossa maior tristeza, o último horário já tinha sido fechado. Só quem estava dentro da salinha iria conseguir as fotos. Mas tudo bem. Nas lojinhas você consegue encontrar até lâmpadas para vender (será que são mágicas?)

FRANÇA

Logo na entrada você já vê o metro e já sente todo o clima parisiense. Diziam que você podia encontrar a Bela, a Fera e o Lumieré lá. Mas acho que a Bela estava no restaurante, porque não estava na vila. As lojas da França são lindas e tem muuuuita coisa da Bela e a Fera. Fora alguns produtos que vendem na Disney de Paris.

REINO UNIDO

Corremos – literalmente – para o Reino Unido. A chuva estava chegando e eu consegui avista de longe os famosos telefone público de Londres e já queria chorar de saudade. Na lojinha principal vendia muitas coisas dos Beatles e um restaurante que vendia o famosos Fish and Chips – porém… a chuva tava chegando e ainda faltava o Canadá.

CANADA

Oh Canada! Para fugir da chuva nós queríamos correr em busca do visto para voltar para a parte coberta do parque. Mas esse foi o mais ‘difícil’ porque estávamos correndo feito loucas. Encontramos e ao procurar a saída nos deparamos com as Cataratas de Niágara. Nós não estávamos contando com aquilo. Muito muito muito lindo! Me deu uma enorme vontade de conhecer o Canadá depois desse momento (sério).

E aí começou a chover. Muito. Para fugir da chuva fomos tirar foto com alguns personagens: o Baymax e com a Alegria e a Tristeza de divertidamente. 

Depois de todas as fotos, fomos ao ponto de encontro que… ops! Não marcamos um ponto de encontro. Nos perdemos dentro do parque e das lojas que tem exatamente a mesma saída e a mesma árvore dos dois lados. Depois de um tempo conseguimos nos reunir. Mas gente, por favor, MARQUEM UM LOCAL PARA VER OS FOGOS ANTES DE VOCÊS SE SEPAREM NO PARQUE, PORQUE É BEM DIFÍCIL E CANSATIVO FICAR SE PROCURANDO DEPOIS. Ouvimos por um tempo que os fogos seriam cancelados, por conta da chuva. Mas ouvimos tanto o “delay delay delay” que esperamos. Por duas horas. E finalmente conseguimos assistir ao Illuminations: Reflections of Earth. Meu Deus. É um PUTA show! Chegou até a entrar um cisco no olho de tão incrível que ele foi. Ele quase chegou a superar o do MK – porque eu vi muito de longe no primeiro dia. Você não espera o que vai acontecer e quando fomos ver, ficou todo mundo meio bobo e sorrindo. Estava começando a cair a ficha que estávamos na Disney.

Bom, eu fiquei apaixonada pelo parque – vocês devem ter percebido. 

Comprei o imã e o lápis do Epcot (algum dia eu coloco todos as minhas ‘lembranças de viagem‘)  e também um Buzz para por num carro – que nem a carta eu tenho, muito menos o carro, mas já tenho o enfeite da antena 😉

Pretendo postar o resto da viagem ainda esse ano. To quase indo pra Disney de novo e não posto isso HAHAHAHAHA perdoem pelo vacilo e não desistam de mim ❤

Anúncios