Bom, um dos meus filmes queridinhos da Disney, sem dúvidas é “O Estranho Mundo de Jack“. E por eu ser um tanto quanto curiosa, sempre quis saber um pouco mais sobre o casal principal da história, Jack e Sally… e porque eles sempre eram citados em algumas músicas… Por isso, acabei fazendo algumas milhares de pesquisas e achei algumas lentas e teorias um tanto quanto tristes. Mas vou compartilhar tudo com vocês e vamos tentar chegar em uma conclusão final.

Primeiramente, acho que ninguém tem dúvidas disso, mas Jack e Sally são personagens do Halloween. E é impossível falar de Halloween, sem citar O Povo Celta. Pra quem assim como eu, não se recorda muito bem das aulas de história do ensino médio, vem um breve resumo: O povo celta foi uma civilização que habitou a ilha chamada Grã-Bretanha (Europa) entre os séculos II e III A.C. Eles eram fortes, altos e dedicavam-se muito as guerras da época, conheciam técnicas agrícolas, o arado e já utilizavam a roda. Faziam peças artesanais como joias, armaduras e espadas usando metais. Eram politeístas, ou seja, acreditavam em vários deuses, faziam seus rituais ao ar livre e adoravam a deusa Brigida (deusa do plantio e da colheita). Os belgas foram a última tribo dos celtas que chegaram na região da Britânia, área que hoje é a Inglaterra. Essa por sua vez habitaram a região mais montanhosa, que anos depois foram derrotados pelo exército romano. Voltando, para os Celtas, a noite de 31 de Outubro era o início do “Samhain”, que era uma importante celebração que marcava três fatos: o fim da colheita, o Ano-Novo e também o início do inverno – a estação da escuridão e do frio. Havia crenças também que naquela noite os espíritos dos mortos saíam nas ruas e passavam uma noite na companhia de seus parentes e entes queridos.

O Halloween era uma festa pagã, originalmente, mas foi modificada pela igreja católica, quando o império romando invadiu as ilhas onde os celtas moravam. E a festa tomou “as formas” que conhecemos atualmente (crianças pedindo doces ou travessuras, fantasiadas), porém manteve os fantasmas que são os elementos da origem pagã.

Diz a lenda que Jack era um desses caras que adorava curtir essa festa de Halloween. Ele aprontava muitas travessuras e era conhecido por todos como o “Rei do Halloween”, devido os seus planos mirabolantes. Certo dia, ele conheceu uma jovem doce chamada Sally, e como em toda história de amor, os dois se apaixonaram perdidamente. 

Jack e Sally viveram felizes por um tempo, mas acabou acontecendo um incidente e o Jack morreu. Por conta de seu passado desprezível, Jack não é aceito nem no céu e nem no inferno, porque Deus e o Diabo tinham receio quanto a conduta do Jack e assim, ele foi condenado a vagar eternamente no mundo como um espírito, sozinho.

Foi dado a Jack uma cabeça de abóbora, para que iluminasse o seu caminho solitário durante as noites frias. Enquanto Sally permaneceu viva, aguardando a cada Halloween, o momento mais feliz: 

a oportunidade de reencontrar seu amor, Jack.

 


Agora repara nesses trechos de música e me fala se não faz sentido e se não dá um aperto gigante no coração:

“[…] We can live like Jack and Sally if we want… Where you can always find me. We`ll have Halloween on Christmas… And in the night we`ll wish this never end, we`ll wish this never ends…” (Nós podemos viver como Jack e Sally se quisermos… Onde você sempre pode me encontrar. Nós teremos o Halloween no Natal e no final da noite, nos desejaremos que isso nunca acabe, nós desejaremos que isso nunca acabe…)

 

Também tem uma música muito conhecida do Oasis, que diz mais ou menos assim “And so Sally can wait… She knows it’s too late as she’s walking on by… My soul slides, but don’t look back in anger!.. I heard you say” (E então Sally pode esperar, ela sabe que é tarde demais enquanto ela está caminhando por aí. A minha alma desliza, mas não olhe para trás com rancor! Ouvi você dizer.)

 


Pode ser que eu esteja louca, mas fez sentido pra mim essas letras. O que vocês acharam? Já conheciam essas teorias? Vocês tem outra? Me contem tudo!

Anúncios